Cacique e Pajé

Índio Na Cidade

Sou um índio que vivi sossegado na aldeia
Admirando as flores e o zuado das abelhas.
Contemplei os passarinhos, namorei a lua cheia
Com penas de periquito
Fiz o meu cocar bonito e minha tanga vermelha.

Deixando índio em paz nunca vai ter sururu
O índio adora a selva e o cantar do uirapuru
E dos transados de jumbo, de imbé e de bambu
Fui chamado de selvagem
Deixei aquelas paragens e vim pro lado do sul.

Índio veio pra cidade, realmente esforçado,
Este puro brasileiro tem quer ser mais respeitado
Tem gente com preconceito de olhos arregalados
Diz que o índio esta por fora
Mas o índio tem vitória chega de ser humilhado.

Nós já estamos na luta para vencer eu confesso
Somos Cacique & Pajé nas paradas de sucesso
Temos cacique Juruna pra lutar lá no congresso
Pelas cores da bandeira
Desta terra brasileira que fala em ordem e progresso.

Play