Cacique e Pajé

Guerra De Amor

Eu só sei de onde venho, mas não sei pra onde vou
Eu estou seguindo o rastro que estrada ficou
É o rastro de um sujeito que lá em casa passou
Só pra me ver derrotado minha amada ele roubou.

Eu só sei que ele passou por onde eu passo agora
Eu vi areia molhada, é do meu amor que chora
Por estar vivendo longe e de quem tanto ela adora
Sua dor vai ter um fim, já está chegando a hora

No nosso breve encontro minha amada vai sorrir
O céu vai ficar escuro quando a fumaça subir
O meu rival não vai ter nem tempo pra despedir
Do caminho do meu bem pra sempre vai sair.

Ela vai voltar sorrindo por onde passou chorando
Tem um recanto florido que está nos esperando
Vou ficar de sentinela pra minha amada velando
Por meu bem eu faço guerra, por amor morro lutando.

Play