Cacique e Pajé

Caminhoneiro Abençoado

Eu viajo muito sou caminhoneiro
No Brasil inteiro rodo com sucesso
Com meu caminhão de carga pesada
Cortando as estradas levando o progresso.
Do Brasil se um dia ir para o exterior
Se possível for também atravesso
Durante a jornada eu sigo pensando
Quem ficou rezando pelo meu regresso.

Com meu caminhão de trinta mil quilos
Eu sigo tranqüilo pra qualquer lugar
Com velocidade sempre controlada
Eu faço a jornada e torno a voltar
Se o calor aumenta com muita cautela
Abro a janela para refrescar
Mas se cai sereno, chuva ou neblina
Abaixo as cortinas pra não resfriar.

Vai no porta luva do carro pesado
Amor e cuidado, lembrança e carinho
No asfalto duro ou estrada de chão
O meu caminhão roda bonitinho.
Se eu estou cansado encosto o gigante
Perto do volante me deito um pouquinho
No banco macio forrado de pano
Cochilo sonhando com o meu benzinho

Deus abençoa meu caminhão na estrada
Abençoa os meus filhos e a minha mulher amada

Play