Cacique e Pajé

A Força do Coração

O que meu coração manda fazer eu sinto vontade
Voltar e viver na roça mesmo com dificuldade
Lá eu não tinha recurso, mas tinha tranqüilidade
Aqui vivo no conforto, mas me falta liberdade
No sertão do meu país
Eu era bem mais feliz, bem distante da cidade.

Diz que a cidade é jóia, mas pra mim ela não brilha
Eu já estou indo embora vou fugir desta armadilha
Vou voltar pra minha terra e levar minha família
Quero morar lá no sitio numa casa sem mobília
Vou trocar a poluição
Por ar puro do sertão, oh, meu Deus que maravilha.

Vou investira na lavoura, no arroz, milho e feijão
Essa terra é promissora me garante a produção
Quando termina a colheita vou cultivar o meu chão
É beber água da mina, me banhar no ribeirão
E depois que desce o sol
A pescaria de anzol vai ser a minha diversão.

Play