Cabelo de Serpente

Que Lua É Essa

Se sou filho eu sou neto sou um verso
Se meu bairro soubesse tal abismo
Se a força do esforço talves viva
Poço roco e lama de cascalho
Presao porque aqui o sol e mais baixo
Presao por que o sol e quente e eu pago
O sol e quente e eu pago

Não me emporto com o tempo dos teus olhos
Qual a ponte ou miragem insistente
Dos conselhos a seda ou sementes
Desce os punhos e sopra-me contente
Presao porque aqui o sol e mais baixo
Presao por que o sol e quente e eu pago
O sol e quente e eu pago

Presao porque aqui o sol e mais baixo
Presao por que o sol e quente e eu pago
O sol e quente e eu pago

Play