Cabeçativa

Poetas Ativistas

Poetas Ativistas
by Ricardo E Fernando Gregório

Meu irmão, estou na rua de novo
Você me entende, isso me deixa louco
Você é igual a eu, um cidadão comum
Impõe respeito sobre qualquer um
Tenho orgulho de ter o jeito humilde de ser
Procure a paz com coragem sem se esconder
Poeta maluco um ativista
Mais um jovem revolucionário da que luta pela vida
Que não se entrega a tradições do passado
Dogmas, facções, milícias armadas falsas religiões
Que transformam nossa terra
No reduto mais podre das corrupções

Poetas malucos ativistas
Jovens revolucionários que lutam pela vida

De Viscome, Hitler, Bush Sadam ou Sérgio Naia
Todos iguais, geraram sofrimento demais
Assassinos, sanguinários, corruptos, canalhas, ordinários
A vida é confusa, eu sei mais vou além
Aqui e agora eu mostro quem é quem
Che Guevara, Malcom X, Zumbi, Luis Gama
Bob Marley, Mestre Irineu, Dalai Lama,
Chico Mendes, Madre Tereza de Caucutá
Nesses sim temos que nos espelhar
Pessoas que fizeram a grande diferença
Usaram sua cabeça com muita competência

Poetas malucos ativistas
Jovens revolucionário que lutam pela vida

Se liga, aqui Cabeçativa chegando pra abalar
As estruturas eu vou rimar
Pesado é o som e não a idéia
Se liga sangue bom, aqui vacilou já era
O caminho é estreito mas eu vou continuar
Seguindo a voz do coração, lutando pra não errar
Como o Rappa disse: "sou guerreiro, sou trabalhador"
Poeta maluco faço o que faço, é com amor
Sou quem sou, vou que vou, eu não faço média
Eu não dou guela, vencer é minha meta
A batalha é constante e nunca vai parar
Os opressores tão de zóio, loucos pra nos pegar
Não vou me esconder e sim me esquivar
Se o segredo está guardado, eu estou firmão vou encontrar...

Play