Bruno e Mauricio

To na Balada

Tô na balada, quero ver a mulherada dando as costas para a solidão...
Tô na muvuca, vira ali alguém cutuca,
Passa a mão na minha nuca, coração parece uma explosão...
Mas que beleza ouvir moda sertaneja,
Garçom, traga mais cerveja, como é bom estar aqui.

O que não pode é ninguém ficar sozinho,
Chama uma pro cantinho,
Que o bicho vai pegar...
O que não pode é ninguém ficar sozinho,
Chama uma pro cantinho,
Que o bicho vai pegar...
E aqui nesse empurra-empurra,
Vira a noite, vem madruga,
Sem ter hora pra acabar...
Se não sai acompanhado, só se for muito "tapado"
E não querer aproveitar.

Essa festa está tão boa,
Todo mundo rindo à toa,
Sem ter hora pra sair,
Mas se tem alguém chateado, vê se olha do seu lado
Pode vir que estou aqui...

Play