Brunna e Mateus

Pobre menina

Pobre menina, não tem ninguém
Pobre menina, não tem ninguém
Tão pobrezinha ela mora em um barracão
E todo mundo quer magoar seu coração
A mim não interessa quem sejam seus pais
Porque pobre menina eu te quero demais
Pobre menina, não tem ninguém
Pobre menina, não tem ninguém
Vive mal vestida em seu bairro a vagar
Em toda sua vida só tem feito chorar
Como num conto de fadas nós vamos casar
E então toda tristeza vai acabar
Vai acabar

Pobre menina, não tem ninguém
Pobre menina, não tem ninguém

Play