Brenno Reis & Marco Viola

Vida Abandonada

Abro a porta outra vez,
tarde na madruga
O sil?ncio no apartamento,
vida abandonada
Solid?o me apavora,
at? o mundo la fora,
n?o mais lugar pra mim
Chego quero ir embora,
se vou na mesma hora,
volto e fico assim

Nem, com mil u?sques eu consigo arrancar,
esse desejo louco de te encontrar
Fazer amor sem dar limites ao prazer
N?o, nem mil paix?es,
nem mil boates nessa madrugada,
ir?o mudar a minha vida abandonada
Amor se voc? n?o voltar,
eu posso at? morrer

Play