Boémia

A Sombra da Noite

A noite guarda as estrelas
Qiue brilham nos seus passos
E oculta os amantes
Escondidos nos seus braços

A noite é cega e surda
E diz que nunca ouviu
Sussurros e promessas
De corpos nus ao frio

A noite pe companheira dos teus passos
E leva-te nos sonhos
Refaz-te dos cansaços

E quando a luz clareia
Desmonta-se a cidade
Dos castelos de areia
Dos sonhos e pecados

E quando a luz reflecte
A sombra dos vitrais
São figuras da noite
Que não regressam mais

A noite é companheira dos teus passos
E leva-te dos cansaços

Play