Bezerra da Silva

Vestiu saia tá pra mim

Vestiu saia ta pra mim
Não sou culpado de haver nascido assim
Olha, mas vestiu saia tá pra mim
Não sou culpado de haver nascido assim
Ai, quem me dera que eu fosse milionário
Embora o povo me chamasse de otário
Com as mulheres eu gastava num segundo
Todo o dinheiro que eu tenho nesse mundo

Refrão:
Vestiu saia tá pra mim
Não sou culpado de haver nascido assim

Me respeite, ouviou, que eu não sou cego,
E para casa, desaforo eu não carrego
Me respeite, ouviou, que eu não sou cego,
E para casa desaforo eu não carrego
A morena que você falou que é boa
Vc sabe ela é minha patroa
E na defesa da moral de lá de casa fico louco,
Fico furioso, fico em brasa

Ref.
Vestiu saia tá pra mim,
Não sou culpado de haver nascido assim
Me respeite, ouviu, eu não sou cego,
E para casa desafoto eu não carrego

Play