Bezerra da Silva

O Segundo Nazareno

Verdadeiro amor
Que se tem na vida,
Só existe um
É o da nossa mãe querida.

Mãe é um grande tesouro
Cheio de sublimação,
É o segundo nazareno
Na historia do perdão.

Uma mãe é sempre mãe
Na alegria e na dor,
Ela ama o seu filho
Seja lá ele o que for.

Se seu filho for ministro,
Ou presidente da nação,
Sua mãe sente prazer,
Desse grande cidadão.

Mas se for um delinquente,
Quem tem má reputação,
Sua mãe lhe abraça e beija,
Com o mesmo coração.

Play