Bezerra da Silva

Colina Maldita

" Aê, malandragem,
a dupla 5 mais 5,
No pico da colina maldita,
Pra cantar pagode".
"É meu irmão, é que nós sabemos chegar em qualquer pico".

(Refrão)
Eu sou do pico...
Da colina maldita.
É...Vim pro asfalto
Para cantar Partido Alto.
E se você não acredita,
Diz um verso de improviso
Só para ver como é que fica.

É que eu sou do pico...

(Repete Refrão)

Lá no pico da colina,
Não existe covardia,
Malandro respeita trabalhador,
E dá toda garantia,
Eu já vi com esses olhos que a terra há de comer,
Malandro de fora cobrando pedágio levar
Tanto tiro até esmorecer.

É que eu sou do pico...

(Repete Refrão)

A malandragem da Colina também não anda na mão
Usa 765, 32, 45 e tres-oitão
E o bom malandro da Colina
Que comanda a transação,
Ele tem escopeta, tem metralhadora, bomba lágrimogênica, fuzil e canhão.

É que eu sou do pico...

(Repete Refrão)

A colina só é maldita
Para quem é maldito também,
Mas se o malandro souber chegar,
É tratado muito bem.
Agora, deram uma blitz na Colina , deram coronhada, tiro e pescoção
Também levaram eco de escopeta, de metralhadora, fuzil e canhão.

É que eu sou do pico...

(Repete Refrão 3 Vezes)

Play