Beth Guzzo

Vem Meu Cowboy

Um rodeio uma cerveja
Espora firma entra e marca o chão.
Bota cinturão chapéu
Um jeans rasgado parou no balcão.
Um cowboy que sai da arena
Tem no rosto ainda a emoção.
Queima meu corpo forte lento
E abre a porteira do meu coração.
Oh e a poeira vai baixando
Seus olhos me encontrando
Venha com pressa pressa
Pra agarrar esse amor
Ouça o berrante anunciando
Que a largada chegou.

Refrão: vem meu cowboy
Vem meu peão
Segura no arreio
Do meu coração
Vem meu cowboy
Vem meu peão
Começar no brete
Nossa paixão

Um rodeio uma cerveja
Espora firma entra e marca o chão.
Bota cinturão chapéu
Um jeans rasgado parou no balcão.
Um cowboy que sai da arena
Tem no rosto ainda a emoção.
Queima meu corpo forte lento
E abre a porteira do meu coração.
Oh e a poeira vai baixando
Seus olhos me encontrando
Venha com pressa pressa
Pra agarrar esse amor
Ouça o berrante anunciando
Que a largada chegou.

Refrão: vem meu cowboy
Vem meu peão
Segura no arreio
Do meu coração
Vem meu cowboy
Vem meu peão
Começar no brete
Nossa paixão

O cowboy que sai da arena
Tem no rosto ainda a emoção.
Queima meu corpo forte lento
E abre a porteira do meu coração.
Oh e a poeira vai baixando
Seus olhos me encontrando
Venha com pressa pressa
Pra agarrar esse amor
Ouça o berrante anunciando
Que a largada chegou.

Play