Belmonte e Amaraí

Último Adeus

Ai que saudade imensa
Estou sentindo querida
Se não voltares comigo
Para que me serve a vida?
Sofrerei amargamente
Se estás comprometida

Tens no semblante bonito
Que há muito tempo não vejo
De tê-la entre meus braços
É o meu maior desejo
Quisera estar ao teu lado
E terminou com teus beijos

Se já tens outro contigo
Já que não pude ser eu
Eu jamais quis magoar-te
Perdoe os versos meus
Deixo essa eterna lembrança
Como meu último adeus

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Play