Belmonte e Amaraí

Lágrimas da Alma

Depois de um dia chuvoso o céu se escurece
Neste instante começa minh'alma a padecer
Recordo aquela tarde da nossa despedida
Por ser um dia como este nunca pude esquecer!

Por isso quando chove, me invade a lembrança,
E com tristeza espero a horrível escuridão
E as lágrimas da alma misturam-se com a chuva
E a noite com seu manto me traz recordação.

E assim inconsciente meu pensamento implora
Que o nosso céu clareie e volte a ser feliz!

Por isso quando chove, me invade a lembrança,
E com tristeza espero a horrível escuridão
E as lágrimas da alma misturam-se com a chuva
E a noite com seu manto me traz recordação.
E a noite com seu manto me traz recordação.

Play