Belmonte e Amaraí

Incompreenção

INCOMPREENÇÃO
Belmonte e Amarai

Eu vivo ainda pensando em ti
Meu amor, minha vida.
Na ilusão de um novo dia
Tu voltaras minha querida.
Naquele dia que a incompreensão
Invadiu o nosso amor
Nos terminamos nosso romance
Que construímos com tanto ardor

Se tu voltares às condições
Que eu quero de ti
É que transforme sua hipocrisia
Num grande amor com frenezi
Em meu coração
Está morando a tristeza e a saudade
Porque não tenho a felicidade
Sem teu carinho tudo é solidão

Eu te confesso que até chorei
Todas as minhas magoas
E dos meus olhos rolaram
Tantas lagrimas
No desespero do meu coração
Volte querida venha aquecer com o teu calor
As minhas noites são frias são tristes
Volte querida, meu grande amor...

Play