Banda San Marino

Tribunal do Amor

Estou no tribunal do amor, sendo condenado
não tenho em minha defesa até meu próprio coração
que me condena se eu perder você,
que não aceita viver sem você.

Eu protesto teu adeus, a sentença é a solidão
se eu perdi os meus direitos e nada sou em teu
coração,
se esse for o meu juizo final,
sou um réu condenado por paixão.

(refrão)
Diz agora o que vou fazer,
estou sem saida,
se por quem eo morro de amor tá dizendo adeus da vinha vida,
Diz agora o que vou fazer,
se tem outro jeito,
eu pago a fiança que for pra tirar você do meu
peito.

Play