Banda San Marino

Fugido Pro Bailão

Hoje eu tô de vento em popâ
Hoje ninguém me segura
Vou tomar umas gelada
Pra afogar esta amargura
Sei que hoje vai dar certo
Chega de judiação
Mas se o trem descarrilhar
Mando ela se daná
E jogo ela pros gavião

Mete fogo sanfoneiro
Que hoje ela ficou sozinha
Deu bobeira, cochilou
Foi dormir, pra sorte minha
Não desgruda sanfoneiro
Não me arranje confusão
Se ela acordar, ela me mata
Puxe o fole e dê-lhe pata
Vim fugido pro bailão

Play