Banda Cerebral

Ruas de Sangue

Play

Sua f? n?o ? o bastante quando est? entre dem?nios,
Muitas vezes vejo anjos voando pelos meus sonhos
Me sinto como se estivesse num mar de sangue,
Mais ningu?m me escuta mesmo que eu fale no alto falante
Estradas sombrias, tenebrosa e sem a luz
Seguro o crucifixo, e vou seguindo que Deus me conduz

As vezes me culpo, mas agrade?o pelo existir.
Bato no peito e falo que sou foda por chegar aqui
Preparo o meu escudo, preparo a minha espada
A guerra que se segure que eu vou lutar de corpo e alma
Vou lutar mesmo, vou lutar ate n?o aguentar mais
Minha mente ? muito foda,e minha alma de samurai

Para pra pensar, e analisar a situa??o
Meu pensamento est? voando, mas meus p?s est?o no ch?o
Meu irm?o para dessa, que a vida n?o ? um filme
V? se cai na real, e n?o se ilude
N?o cai nessa cilada que se passa na tv
Nem tudo ? verdade o que voc? pode apenas ver

Nessa caminhada tem vidro ao inv?s de pedras,
Cuidado onde voc? pisa, se n?o voc? j? era
Tem que se garantir apenas no seu viver,
Tem que pensar assim, que todos s?o contra voc?
N?o quero ficar aqui... Pra ver se destruir...
Quando fecho os meus olhos sinto tudo escapando...
A caminhada ? cansativa n?o importa a dist?ncia
O melhor cheiro ? da vit?ria, que n?o existe fragr?ncia

E logo vem a paci?ncia, que ? a arte da esperan?a
A esperan?a existe em cada olhar de cada crian?a que canta
Promessas s?o quebradas, e n?o passam de palavras
Se ? dor que voc? sente, ent?o sai fora dessa estrada
Que a estrada ? deserta, tem gan?ncia e tudo mais,
Mas s? segue nessa guerra quem tem coragem e ? capaz
Vem, sai fora disso, pensa em tudo isso
Procura uma sa?da n?o cai pro suic?dio

N?o entra nessa n?o que ? roubada e muita treta
Procura outras armas, tipo o caderno e a caneta
Ai voc? escreve tudo que se passa bem com calma
Nesse papel enxugo o sangue derramado pela alma
? pela alma irm?o
N?o quero ficar aqui... Pra ver se destruir
Quando fecho os meus olhos sinto tudo escapando
Escapando