Banda Cebola Ralada

Vaqueiro das Fronteiras

Play

Eu nasci lá na fronteira seu moço eu não perco embalo
Aprendi desde menino a montar no meu cavalo
Me acostumei na poeira correndo atrás do gado
É minha maior paixão vaquejada e bicho brabo

Nunca gostei da cidade seu moço eu não quero não
prefiro a mata virgem eo vaerde da plantação
Gosto do banho de riacho que tem lá no Sertão
Pegar boi dentro do mato é aminha profissão

Eu gosto do calor de uma morena
No forró pra mim chamegar
É lindo ver o povo assim sorrindo
Numa festa feliz a brincar
Adoro quando sei que é verdadeiro
O amor de alguém que esta comigo
Rodeado de amigos e ver a vida com emoção que dá
Não vivo não, não vivo não
Olha eu não vivo sem momntar meu alazão
Não vivo não, não vivo não
Sem uma morena dentri do meu coração.