Banda Calypso

Pout-pouri

Canto de carimbo.
Em maripani quando a lua se levanta,traz junto com ela o suor da multidao.
E na amplida e so a foto teque e levantado o po do chao,
Poe no meu coracao o carimbo.
Refrao
E eu tao so morena, e eu tao so tomara que tu me venhas num canto de carimbo.
E eu tao so merena, e eu tao so tomara que tu me venha num canto de carimbo.vi tuas anaguas voando pelo ceu rasguei morena meu sonho de papel seremos como linha e carretel giramos como gira o carrossel
Refrão
E eu tão so morena, e eu tao só tomara que tu me venhas num canto de carimbo
E eu tao só morena eu tão só tomara que tu me venhas num canto de carimbo.
Lua luar.
A lua sai madrugada no romper do som, ela vai acompanhar o namorado que e o sol.
Refrao.
O lua lua luar, me leva contigo pra passear.
Bis.
Canto de atrvessar.
O pescador quer beber, vai beber no guajara, vento no bote, força no remo, canto de atrvessar.
Refrao.
Senti a foça do vento que veio do norte, levantei peguei o bote, naveguei para gapuia.
Tava tao forte, essa mare tava de morte, quase que virou o bote, fez bote, rodopiar.

Virei a broa por rumo de sao jose, pra nao ficar contra a maré, pra ver se dava pra chegar.
Chero de peixe pitiu olho boto, barco que dormi no porto, de costa pro guajara
Vem morena vem de canapijo, vem mostrar pra gente como se dança o carimbó, quero te ver morena quero que venha so pra dançar o tipiti te tambem o carimbo.
Bis

Play