Banda Belmyra

Lei do Capeta

Play

Sonho perdido vida estragada
Não tinha ninguém era abandonada
Dormia na rua comia o que dava
Coitada...Coitada...

Vivia na sua corria assustada
Roubava na esquina vendia por nada
Queimava uma erva o mundo apagava
Sonhava...Sonhava...

Andava sempre na contramão
Um olho no céu e outro no chão

Polícia batia polícia fichava
Um dia prendia no outro soltava
Assim era a vida valia mais nada
Valia mais nada...Valia mais nada...

mas tudo começa e tudo acaba
É a lei do capeta é a lei da calçada
Morreu de overdose na madrugada
Encontrada pelas baratas

Andava andava andava...
Andava sempre na contramão
Um olho no céu e outro no chão

Coitada sonhava valia mais nada
Raiz arrancada
Raiz arrancada.