BAKi

Lágrima

Rap:
Deixa o tempo bater deixa a dança sair
Espalha no chão
Espalha a dança no chão
Limpa o tempo quebra no corpo
Manda de volta, volta no mundo
O segredo da África dá na paixão
Passo a passo, canto a canto
Abre nó atrás de nó
Manda no negro
Queima o toque negro da cor
Estoura a justiça na pedra

Pobre no tronco amarrado
Solto canta de dó
Sofrer faz parte do jogo
Suor cortado com dor

Castigo lembra chibata
Abre a ferida fechada
Céu em cima de céu
Compõe o verde da mata

Lágrima de negro não é lágrima de branco
Lágrima de brinco, lágrima de pranto
Lágrima de negro é lágrima de canto.

Play