Amado e Antônio

O Perigoso

Você é uma fera da pele macia
Eu sou um leão das matas bravia
Você me insultou com categoria
Mas o leão te pega quarqué dia

Os teus olhos são punhais de butuca
Nas barbas do leão tem mel e açúcar
Te pego menina, te deixo maluca
Você briga com o leão, leão não machuca

Você diz que tem fogo pra queimá coração
Eu apago seu fogo com amor e paixão
Eu sou seu escravo, você tem razão
És muito louca e eu sou muito doidão

Tu és perigosa, eu sou perigoso
Você tem veneno, eu sou venenoso
O nosso encontro vai ser amoroso
Quando encontrá gostosa e gostoso

Play