Amado e Antônio

Beijo da Tudica

Que beijo gostoso que a Tudica tem
A boquinha é doce e ela beija bem
Ela mora longe e eu vou lá de trem
Tô ficando pobre nesse vai e vem
Já gastei a úrtima nota de cem

Tô apaixonado por fora e por dentro
Se eu ficar sem ela eu não agüento
O meu coração é muito birrento
A famia dela são gente briguento
Mas eu sou teimoso que nem jumento

Fui na casa dela de botina nova
Falei com o véio certinho na trova
Ele respondeu: - vai casa uma óva!
Eu pensei comigo: - vô levá uma sova
Não posso corrê, a botina estorva

Eu xinguei o véio de véio careca
E ele me pegou pelo cós da cueca
Eu joguei pra cima que nem peteca
Esse casamento já levou a breca
Nunca mais eu vi aquela boneca

Play