Alvarenga e Ranchinho

Violeiro Triste

Canta, canta bem-te-vi
Pra mim ouvir
Canta, canta sabiá
Pra me consolá

Que a tristeza e a sôdade
Tão me fazendo chorá
Que a tristeza e a sôdade
Tão me fazendo chorá

Tem uma viola
Que nas noite de luá
Quando pego a ponteá
Chora até os passarinhos

E quando a lua
Lá no céu me vê sozinho
Põe a sua luz prateada
Clareando o meu ranchinho

Canta, canta bem-te-vi
Pra mim ouvir
Canta, canta sabiá
Pra me consolá

Que a tristeza e a sôdade
Tão me fazendo chorá
Que a tristeza e a sôdade
Tão me fazendo chorá

Aqui na mata
Tenho tudo que eu quero
Tenho o canto do bodéro
Tenho o céu e a natureza

E quando a lua vem saindo
Que beleza
Só me falta um amor
Pra matar minha tristeza

Canta, canta bem-te-vi
Pra mim ouvir
Canta, canta sabiá
Pra me consolá

Que a tristeza e a sôdade
Tão me fazendo chorá
Que a tristeza e a sôdade
Tão me fazendo chorá

Play