Alvarenga e Ranchinho

Tudo Tá Subindo

Do jeito que nós vai indo
Com as coisa tudo subindo
Eu num sei como há de ser
Pra falar a verdade, moço
Essa vida tá um osso
Bem duro da gente roer
Sobe arroz, sobe o feijão,
A batata e o macarrão
Dum jeito que não se atura
Tudo sobe inté a taxa
No entanto só o que baixa
Defunto na sepultura
Sobe o óleo sobe a banha
Os tubarão se assanha
Se rindo, pintando o sete
Se recorre à greve, então
Veja a compensação
Baixa logo o cassetete
Sobe o preço da bagagem
Também sobe as passage
O pober que aguente a cruz
Desse bis se destarracha
No entanto só o baixa
É a vortage da luz
Farta chuva no nordeste
Farta tudo que é uma peste
Deixando a coisa crítica
Engraçado no Brasil
Fartando tudo aos mil
O que não farta é política
Mas querem saber de uma
Queixa num dianta nenhuma
Num dianta fazer futrica
Mió ditado escuitá
É bom deixa como está
Pra ver como é que fica

Play