Alma Serrana

Boneca Cobiçada

Quando eu te conheci,
do amor desiludida,
Fiz tudo e consegui,
dar vida a tua vida
Dois meses de aventura,
o nosso amor viveu
Dois meses de ternura,
beijei os lábios teus
Porém eu já sabia,
que perto estava o fim
Pois tu não conseguias,
viver só para mim
Eu poderei morrer,
mas os meus versos não
Minha voz hás de ouvir,
ferindo o coração

Boneca cobiçada
Das noites de sereno
Teu corpo não tem dono
Teus lábios tem veneno
Se queres que eu sofra
É grande o teu engano
Pois olha nos meus olhos
Vê que não estou chorando

Play