Agepê

Brinquedos Da Vida

Faça do meu peito seu abrigo
Pois afinal, somos mais que amigos
A chama da paixão, acende o coração
Faça desse destino, seu amor tão menino
A chama da paixão, acende o coração
Faça desse destino, seu amor tão menino, oi se há


Se há, motivos para o desalento
sonhar, foi o refúgio do meu sentimento
Quem planta uma flor, cultiva o amor
Brinquedo da vida
Desencanta a saudade que ficou, no ar
No seu dorso amor, uma estrela cadente
caiu, e enamorou o meu olhar
é você quem voltou, bem depressa amor,
me dá seu calor
Quero morrer de amar
é você quem voltou, bem depressa amor,
me dá seu calor
Quero morrer de amar

Claudio MeiAll

Play