Agepê

A Dança do Meu Lugar

Eh! É hora de escola de samba, lê lê
Eu su criança na dança do meu lugar
É hora...
Desce o invisivel e penetra meu corpo
Cresce a vontade de ser só seu
E o sol que me toma de todo
Faz morrer todo o meu mundo lá fora
Sem sentir o sol se queimando as horas
Sem sentir o sol se queimando as horas

É hora..
Eh! É hora de escola de samba lê lê
Eu sou criança na dança do meu lugar

Dei um nó na tristeza
E vou levantar poeira
Tomara que os versos do refrão
Não me venham com lágrimas
Hoje eu não quero sofrer e nem chorar
É, eu vou mudar
E entrar nesse samba e dizer
Que sou feito de festa
Por isso meu peito não deve sofrer
É, eu vou mudar
E entrar nesse samba e dizer
Que sou feito de festa
E por isso meu peito não deve sofrer

É hora...
EH! É hora de escola de samba lê lê
Eu sou criança na dança do meu lugar

Play