Adryana e a Rapaziada

Quando A Gente Briga

Eu não quero mais saber
Não há vida sem você
Brigas todo mundo tem
A gente ainda se dá bem
Já tentei outras pessoas
Quanto investimento à toa
Só contigo eu sou eu mesma
Sei que o meu calor é o teu desejo
Só você que me seduz
E vence, convence, conduz
Quando a gente briga, colhe tanta dor
Mas minha ferida deu em flor
Eu não quero outra pessoa
Tudo muito doce enjoa
Só você me equilibra
Já te dei a minha vida
no conflito a gente cresce
Veja como o tempo é mestre
Hoje sem as nossas brigas
Eu me sinto em carne viva

Play