Adryan e Adriel

Viola abençoada

VIOLA ABENÇOADA
Rauzito Rodrigues / Jesus Gonçalves

No sertão, nasceu a mata
E da mata foi tirada
Uma tora de madeira
Para cidade transportada
Veio num carro de boi
E aqui foi trabalhada
Pelas mãos de um carpinteiro,
O som puro grasileiro
Desta viola consagrada

Essa viola ja foi árvore
Pelo vento balançada
Ja deu flor e deu o fruto
No solo que foi gerada
Hoje ela é um instrumento
Por todos admirada
De fronte o meu coração,
Ela tráz recordações
Da minha vida passada

As dez cordas todas juntas
Quando são bem afinada
Parece a lira celeste
Quando rompe a madrugada
A melodia sonora para o céu é elevada
Quem ama o som do pinho
Nunca vai ficar sozinho
Em sua longa jornada

Emquanto o mundo for mundo
A viola executada
O som puro brasileiro
Estará sempre nas paradas
Porque sua melodia
Pelo povo é consagrada
Nos braços faz uma cruz
lembrança de Jesus,
Minha viola abençoada.

Play