A2ois

Sozinho a Dois

Sempre estive perto
De encontrar uma sa?da
Pra descobrir como ?
Ser livre pra viver
Nem todas as mem?rias
S?o boas para recordar

E buscar uma raz?o
Pra preencher este vazio em mim
E n?o vai voltar atr?s e descobrir
Como ? estar preso na ilus?o.

N?o vai, voltar

Buscar um recome?o
Um novo caminho para n?s
Fazer com que as lembran?as
N?o silenciem nossa voz.
Nem todas as promessas
S?o feitas para se quebrar

E buscar uma raz?o pra preencher
Este vazio em mim
E n?o vai voltar atr?s e descobrir
Como ? estar preso na ilus?o

N?o vai, voltar...

Vivendo um sonho onde te perdi,
Esquecendo os erros cometidos aqui
Velhas hist?rias me fizeram
Cair em ilus?es, ilus?es, ilus?es

Foram tantos erros, acertos
Promessas de um recome?o,
Em sequencia v?rios trope?os
H?bitos, rotinas, trejeitos,
Me lembro do bom
E do resto e a cada dia confesso,
Saltei sabendo que o ch?o iria me machucar.
Agora tor?o que o vento, me traga a um novo tempo,
Aonde o tempo/espa?o n?o possa me alcan?ar

Por hora ? tempestade ? vendaval
Mas esta tormenta uma hora ir? passar
At? que os ventos lhe tragam
Aos moinhos do meu pensamento.

Play