A2ois

Alem das Cinzas

Essa ? a ultima carta que irei escrever eu n?o ligo se voc? vai entender
As marcas do passado s? o presente pode mostrar,
n?o fiquei louco lutei tanto para te conquistar.
A falsidade nos levou a caminhar, por tantas ruas cegas s? o tempo pode dizer
que o passado inconstante veio me mostrar
que hoje eu n?o sirvo para estar com voc?.

Universos paralelos, qual ? o certo para caminhar?

O mundo me mostrou que s? a mim cabe decidir...
(O certo, o errado, o amor e o ?dio, procuro o que restou...
Tantos caminhos diferentes em qual acreditar?)

E eu n?o vou mais acreditar nas palavras que vem de voc? s? pra me salvar...

Essa ? a ultima carta que eu irei escrever,
nem o duelo de egos ? capaz de apagar da minha mente incoerente,
inconsciente o gelo e o fogo presentes no brilho do seu olhar.
Que guiavam nossas conversas sentados em sua cal?ada,
os nossos l?bios se moviam na mesma sintonia
O mundo parava pra apreciar tanta pureza e emo??o
que foi corrompida e lapidada em um passado de ilus?o.

Universos paralelos, qual ? o certo para caminhar?

O que restou pra mim al?m das cinzas pelo ar partir...
(O certo, o errado, o amor e o ?dio, procuro o que restou...
Tantos caminhos diferentes em qual acreditar?)

Universos paralelos, qual ? o certo para caminhar?

O que restou pra mim al?m das cinzas pelo ar partir...
(O certo, o errado, o amor e o ?dio, procuro o que restou...
Tantos caminhos diferentes em qual acreditar?)

Voc? escolheu o seu lugar aonde o meu mundo n?o pode te acompanhar,
voc? esqueceu o que viveu, pois ao meu lado voc? sempre venceu mas...

E eu n?o vou mais acreditar nas palavras que vem de voc? s? pra me salvar...
Aonde a sua estupidez jamais pode te levar,
aprendi a caminhar com meus p?s e assim irei chegar
Eu n?o preciso de seu serm?o e nem de suas m?os s? pra me salvar...

Play