A Simetria

Pérola Negra

O vinho na calçada e o violão
Qual é a minha, qual é a tua diversão?
Vagando nos teus passos sem direção
Dançando com teu carro em busca de atenção

És um candidato da ilusão
Num golpe de dama perde o coração
Sempre foi assim e talvez será
Olha pro espelho e fica a disfarçar

Meu sonho, meu final
O meu destino eu quero escolher
Sua sorte, seu tribunal
Jogue o jogo e deixe a vida vencer
Seus olhos, ritual
Qualquer vazio, imenso prazer
Minha noite, céu igual
Perola negra faça o risco valer

A tua companhia sem sabor
Imagem prateada sem nenhum valor
Status por status, crucial
Um túnel muito estranho sem luz no final

Play