A Ponte

Distúrbio

Seja você mesmo nos atos ou atitudes, venere suas virtudes só não flua algo ruim.
Faça sua vida ser constante e seja sempre relevante para se sentir melhor e bem assim.
Vê se enxerga além do preconceito, o medo de perder o medo é orquestrar uma surdez universal.
Bate uma revolta e a violência tem tamanha consequência e tudo isso é assistido no jornal.
O futuro é sonho do passado, o presente é suicídio, homicídio, latrocínio e muito mais.
Consequências de tanta desordem e da falta de apoio aos jovens que o país tanto condena
Tendo tanto pra ensinar.Me diz quem vamos culpar? Onde estou, de onde vim, pra onde vou
Quando é o fim? Me ajude a explicar a intolerância e a falta de senso do mundo a ausência de
Amor nos corações o abismo entre seres distintos e a esperança que surge nas canções.
Seja sempre breve e objetivo, toda luta sem sentido é como andar em circulo e não
Se achar.Liberdade de expressão de vida construtiva ou relativa tanto faz já que você
Não sabe usar.Vê se enxerga além dessa TV que só te faz emudecer e vê se acorda
Desse distúrbio mental.Levanta que a tua vida é curta, o dia é longo e o tempo muda
Pode ser que você não chegue ao final.E essa rebeldia que te assusta é fruto dessa
Vida injusta que você se fecha pra não ver.Muda não se renda vai a luta que a coragem
Não é muda e a porta que se fecha hoje pode se abrir em um amanhã.
Onde estou, de onde vim, pra onde vou, quando é o fim? Me ajude a explicar a intolerância
E a falta de senso do mundo a ausência de amor nos corações o abismo entre seres distintos
E a esperança que surge nas canções.

Play