A-PART

Lapso

Um compasso que não se completa
Uma frase que em mim desperta
Falsa emoção
Ao ninar você com essa peça
Só não peça que o sono adormeça em ti
O que sentes por mim

Ossos do ofício, ter que dizer não...
Pra alguém que se inspira em me consolar
Na vida que eu vivo não cabe alguém pra me ajudar
Com meus artifícios e com meu empenho
Encontro a saída pra te libertar
Eu vou estar bem longe você vai gostar

De olhar pra um mundo sem igual
De entrar pra um filme sem final
E buscar a quem possa te amar

Em meio à confusão eu fui morar
E com meus instintos me confrontar
Eu sei que estou bem longe pra você ficar

E olhar um mundo sem igual
E entrar pra um filme sem final
E buscar a quem possa te amar
Pra enfim estar consigo mesmo em paz
E na paz viver o que restar

E eu não sei mais o que levar
Olho pra frente pra não retornar
Estando em outra direção não causo nenhum mal

E os tempos foram de um a um
Sem pausas pra rever ninguém
Preenchendo os meus compassos
Os lapsos de memória em mim
Vieram pra ficar

Play