A Filial

De Segunda A Domingo

Boa noite a todos, agora em cena o 1° ato
Representando o hip hop como Monteiro Lobato
Fazia com a literatura, então segura carga pura de
cultura de rua
Ai meu irmão, tu ta vendo? (aonde?)
Indo lá, na direção do horizonte (onde?)
Ali sagaz é só olhar q tu vai ver um monte
Se não olhar, depois cê vai querer que eu conte
Então responde qual a finalidade desse bonde
Ouvir um som apaixonado e técnico que nem Mariza
Monte
Amor I love you não faço estilo pit bull
Skateboard zuna sul, o meu time é o discul
Sempre pronto para seção no rio sul ou em Istambul
A todo momento eu vou de vôo, garra essa opção de vida
cool
Muito mais antiga que as olimpíadas em C.U.
Pela manhã eu peço dois pães chapados e um refresco de
caju
Bem doce para não sentir aquele gosto amargo
Se bobear eu largo meu cargo por um prato de aspargo
E começo tudo outra vez do zero junto com vocês
Ta combinado amanhã, o ensaio é de 4 as 6
Para trocar uma idéia antes, é melhor chegar as 3
Pra ver se agente se entrosa com maior rapidez
Sem acidez, um clima de maior lucidez
Porque eu já estou pagando sutês
De um início pois eu nunca acreditei num estrupício
O ofício do Maurício é o vício e o Fabrício ta
propício ao fictício
Hoje em dia é um playboy, mas na antiga era um
patrício
E isso continua gerando um enorme malefício
O indício é eu ter que me mudar do meu edifício
De mala e cuia para morar num hospício
Se continuarmos dessa forma não vai sobrar nenhum
resquício
Por isso eu estou achando melhor parar com isso
Porque rimar com essa terminação já está ficando
difícil

Boa noite a todos, agora em cena o 2° ato
Representando o hip hop como Monteiro Lobato
Fazia com a literatura, então segura carga pura de
cultura de rua
Longe de ser retardado, raciocínio atrasado
Sempre corrigi o que eu considero errado
Por isso não ando preocupado com o meu estado de
saúde
Caso eu não pude o mundo mude
Nego desatento confunde Daúde com o cara do negritude
Atitude é o que guia minha juventude
Com tanto que estude antes de jogar bola de gude
Pras idéias não ficarem na mesma latitude, longitude
Onde crianças se fundi, se torna rude
Passa vida inteira comendo grude, não curte club
Só se revela se for em Kodak ou Fuji
Ainda bem que eu pude desfrutar desse privilégio
Porque seria um sacrilégio não ter curtido meus tempos
de colégio
Onde se formou o filho da Maria, Luis Sergio
Que nunca foi e papa-mosca que nem sapo do brejo
(sapo cururu, na beira do rio)
De bobeira vendo a maneira pra não fazer asneira
E nem tomar puxão de orelha
Hoje assisto de cadeira retrospectiva da minha vida
inteira
Nunca gostei de mamadeira, sou naturalista de
carteira
No skate comecei descendo ladeira
Agora eu mando várias na cantoneira
O rap alivia minha doideira
Quer queira quer não
Todos temos a mesma certeza
Eu ainda sou muito novo pra pedir a saideira

Boa noite a todos agora em cena o 3° ato
Representando o hip hop como Monteiro Lobato
Fazia com a literatura, então segura carga pura de
cultura de rua
Eu espero que você faça por si mesmo
Por que constantemente ouvirá um gracejo
E as mulheres a sua volta vão te atacar com beijos
Como se fosse a parte boa de um torresmo
Sem a gordura e o colesterol
Se estiver na função da captura é só jogar o anzol
Matriz de criatividade para isto tetrahidrocarabinol
Por que todo meu esforço é em prol
Desenvolver mais rimas do que cartas no baralho
Como Daniel San eu também lixo o assoalho
Na culinária da minha casa sempre exagero no alho
Desenvolve o ato da leitura é a forma que eu malho
Para poder proporcionar a vocês um interessante
trabalho
E ter na forma de aplausos então um verdadeiro
salário.

Play